Peru x Dinamarca: Copa do Mundo Rússia 2018

0 views
|
Share

Confira os melhores momentos de Peru x Dinamarca (0x1): Dinamarca bate Peru em novo jogo com VAR e erro de Cueva, e Guerrero passa em branco

Peruanos dominam maior parte da partida, mas são-paulino desperdiça pênalti assinado pelo recurso de vídeo; flamenguista, saindo do banco, quase faz golaço, mas não consegue o empate

Em sua volta à Copa do Mundo após 36 anos, o Peru contou com o apoio de sua torcida, maioria absoluta em Saransk. Teve um pênalti dado pelo VAR (que o são-paulino Cueva desperdiçou). E foi melhor na maior parte do jogo. Mas acabou sendo derrotado pela Dinamarca por 1 a 0, gol de Poulsen. O flamenguista Guerrero entrou aos 17 minutos do segundo tempo e deu nova dinâmica ao time peruano e quase marcou um golaço de calcanhar.Em sua volta à Copa do Mundo após 36 anos, o Peru contou com o apoio de sua torcida, maioria absoluta em Saransk. Teve um pênalti dado pelo VAR (que o são-paulino Cueva desperdiçou). E foi melhor na maior parte do jogo. Mas acabou sendo derrotado pela Dinamarca por 1 a 0, gol de Poulsen. O flamenguista Guerrero entrou aos 17 minutos do segundo tempo e deu nova dinâmica ao time peruano e quase marcou um golaço de calcanhar.

A Dinamarca empata com a França na liderança do Grupo C com três pontos, mas os franceses levam vantagem nos gols marcados, já que venceram a Austrália por 2 a 1. A segunda rodada do Grupo C será disputada na quinta-feira. A Austrália encara a Dinamarca às 9h (de Brasília) em Samara. Já a França pega o Peru em Ecaterimburgo, às 12h.

Aos 43 minutos do primeiro tempo, o VAR entrou novamente em ação, mudando a decisão do árbitro Bakary Gassama, de Gâmbia (o mesmo que se enrolou com o VAR na Copa das Confederações no ano passado). Em disputa com Poulsen, Cueva caiu na área e ficou pedindo pênalti, mas o juiz nada marcou. Após quase meio minuto, Gassama paralisou o jogo para acionar o recurso do VAR. E então decidiu por dar o pênalti. Na cobrança, porém, Cueva isolou. O são-paulino pegou muito mal na bola e mandou por cima do gol. Ele saiu de campo chorando para o intervalo, amparado por todos os seus companheiros, especialmente Paolo Guerrero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *